segunda-feira, 7 de novembro de 2011

Bacalhau Spirit FC 12 - Koelho e Os Mestres da Campeonice

BACALHAU SPIRIT FIGHTING CHAMPIONSHIP 12
Koelho e os Mestres da Campeonice

Este torneio tem dos participantes mais absurdos e inacreditáveis de sempre!

Conseguirá o Koelho ser mais uma vez o último homem de pé?

Claro sim :)

Mas sosse... ambos sabemos que o que realmente interessa aqui é saber que coisas parvas acontecem desde o 1º segundo do torneio até o Koelho se sagrar campeão.

Participantes:


Abbot White

(filme, Ninja Hunter)

Este sosse tem sérios problemas. Vilão do filme “Ninja Hunter” – que só por si já é assustador: há um ninja que se transforma numa espécie de lençol voador para atacar um dos heróis… - é um super-mestre de um estilo de kung fu chamado Yin Yang. Ele quase que não dá hipótese: dão-lhe com um machado sem causar qualquer efeito… 3 homens tentam ao mesmo tempo espetar-lhe uma lança cada um no pescoço, e nada acontece. Ele até faz as lanças dobrarem-se com a força do pescoço! Mas o melhor ainda está para vir… ele tira energia das mulheres, apalpando-as!! lol e no final dá dois tiros, a si próprio… com os dedos!! Se este homem não tem campeonice, então não sei quem tem! :D




Ash

(filme, Evil Dead)

O herói da trilogia Evil Dead está de volta! Com uma caçadeira de canos serrados numa mão, e uma moto-serra no lugar da outra mão, a sua melhor arma é sem dúvida o seu queixo implacável! Não te enganes, este sosse deu cabo de um exército de homens-esqueleto no 3º filme e foi atacado pela sua própria mão no 2º! E sobreviveu… Tem campeonice suficiente para fazer estragos neste torneio.




Automan

(série, Automan)

Como é que eu vou começar a falar desta pessoa…? Um holograma criado por um software de combate ao crime, que para além de ser invulnerável, lança energia das mãos, e melhor, tem um ajudante chamado Cursor, que consegue desenhar veículos para ele usar que desafiam as leis da gravidade (carro, avião, helicóptero, etc). Mas… o Cursor só consegue desenhar um objecto de cada vez, ops! lol O melhor de tudo é a insistência campeónica nas luzes e reflexos azuis para dar um ar trónico de high-tech estilosa. E outra coisa… o seu criador, um tal de Nebicher (pessoa normal), consegue fundir-se com Automan para serem um só e partilharem consciência e habilidades, gulp…




Chitti Babu

(filme, Enthiran)

Um robô indiano que parece uma mistura de Terminator com o Steven Seagal, e uma série de outras coisas que a ciência não consegue explicar. As suas cenas de acção são altamente campeónicas, e ele derrota os seus adversários com um estilo épico. A cena da perseguição dos carros da polícia e dos camiões das bilhas do gás diz tudo. Ele é altamente poderoso e versátil: tem rodas nos pés, recarrega a sua própria bateria (o homem é um super-telemóvel!), é super super forte, tem óculos escuros, controla tudo o que seja de metal ou máquinas, e tem um exército de clones que se juntam e formam coisas magníficas como uma esfera gigante, uma cobra gigante e um sosse enorme. Uma espécie de Lego meets the Matrix.





Count Dracula

(livro, Dracula)

Aqui as coisas podem começar a tornarem-se complicadas. Este sosse é quase imortal, uma vez que é necessário cortar-lhe a cabeça e espetar-lhe uma estaca no coração. Por esta ordem. Depois ele voa, é super-forte, pode transformar-se num morcego, o seu reflexo não aparece nos espelhos (como é que ele se penteia?) e a sua dentada é basicamente o fim. O que se passa agora é que, inspirado pela vitória da sua raça no Deadliest Warrior frente aos zombies, e com os vampiros gays da saga Twilight, o senhor conde e vampiro original que deu origem a todos os outros, quer agora recuperar a reputação nobre e sedutora da sua raça. Isto desde que não hajam combates de dia nem sangue fora do prazo…





Crixus

(série, Spartacus)

Vindo directamente da série Spartacus (com violência estilizada à “300” e algumas coisas à “Gladiator”), o gladiador campeão imbatível de Cápua, o gaulês Crixus! Este é daqueles sérios, orgulhosos, violentos e brutais que só pensam em vencer e humilhar o adversário na arena. Para além de muito musculado e de usar o armamento normal de um gladiador do coliseu romano, Crixus também faz cara de mau e diz muitas asneiras. Principalmente a palavra cock, que é a mais dita na série. Isto para não falar no facto de que anda sempre de cuecas e a fazer sexo com pelo menos 2 personagens femininas da série. Por vezes torna-se difícil de perceber se é um gladiador ou um actor porno, mas no fundo é tudo a mesma coisa =)





Digital Man

(filme, Digital Man)

Uma mistura de Robocop com Terminator e um surfista qualquer que parece ter acordado mal disposto. Nem é preciso saber nada sobre ele, basta ler o nome e percebe-se logo que este homem tem tudo para participar num torneio destes. No trailer basta colocar em 1:56 para captar toda a sua campeonice. Para além do poder de um típico ciborgue, Digital Man tem também uma arma grande, uma espécie de canhão laser com o qual rebenta tudo à sua volta. O pior é que ele acha mesmo que está a fazer uma grande coisa… mas não está. A sua convicção de “eu sou mesmo fixe e perigoso” é épica. Esperam-se muitas explosões neste torneio, até porque tudo em que ele acerta explode. Seja um carro, uma pessoa ou uma nuvem. Ou por vezes, o próprio ar.





Fung Sheng Wu Chi

(filme, The Master of the Flying Guillotine)

Aqui a situação é grave. Um velho mestre de super Kung Fu que é ao mesmo tempo um experiente e implacável assassino da Dinastia Ching. Até aqui tudo bem. Agora curte só: ele é cego. E melhor, ele atira uma espécie de pequenas bombas. Como é que ele faz apontaria? Eu não faço a mínima ideia. Como se tudo isto não chegasse, este senhor tem a mais perigosa arma de todos os tempos, uma espécie de AMP dos anos 70: a guilhotina voadora! Sim, é isso mesmo que leste. Agarrado a uma longa corrente, está uma espécie de chapéu/gaiola que uma vez atirado e assim que acerta numa cabeça, tem umas lâminas do lado de dentro que se espetam no pescoço da vítima, e com um puxão do senhor Wu Chi dá-se a decapitação. E ainda: a cabeça deste senhor dá uma volta de 360º na boa. E ele não morre depois de levar com pelo menos duas machadadas. O filme “The Master of the Flying Guillotine” está cheio destas personagens surreais de artes marciais, e parece mesmo um Bacalhau Spirit FC dos anos 70. Seja como for, algo me diz que o senhor Wu Chi tem todo o potencial para uma participação épica da qual nenhum de nós se irá esquecer.





Hashimoto

(filme, Duel to the Death)

Este pessoal é maluco… aqui temos um samurai que para além de ser altamente habilidoso com a katana, quase que voa (gravidade? Que é isso??), e na luta final do filme “Duel to the Death”, mostra toda a sua campeonice: depois de ferir o seu adversário no peito, e para equilibrar a luta, ele espeta a sua espada no seu próprio peito. Melhor mesmo só no fim, quando depois de ambos se ferirem mortalmente no cimo de uma colina, ele vira-se para o mar e espeta a sua espada no próprio pé, ficando depois a contemplar o mar com ar nostálgico. A história do filme até tem o seu interesse, trata-se de um desafio de 10 em 10 anos, em que o melhor espadachim do Japão e o melhor espadachim da China enfrentam-se até à morte pela honra do seu país. E cuidado com os ninjas deste filme… não só se deslocam debaixo da terra deixando um rasto à superfície, como há um ninja gigante que segundos depois se desfaz em 4 ninjas de tamanho normal. Sim, eles juntaram-se tipo Voltron para formar um ninja gigante. Quem sabe estes ninjas malucos ainda aparecem neste torneio…





Koelho

A Lenda do Bacalhau

O Homem Que Não Dá Hipótese… ele não luta, ele simplesmente ganha. O herói e campeão imbatível do Bacalhau Spirit FC, ainda ninguém o conseguiu derrotar de forma limpa e justa. Mestre do estilo de luta Jeet Koelho Do, é quando saca das matracas que os INEMs chovem. A Abrigada sem ele não fazia sentido, nem seria tantas vezes referida na internet lol Ele não sabe porque aparece nestes torneios, é que nem sequer há prémio nem nada. Ele não procura vingança nem prestígio (mas já o tem, sem saber lá muito bem porquê). Também não está a tentar proteger ou salvar alguém, nem quer dar espectáculo (mas acaba sempre por dar). Talvez o Koelho cá esteja simplesmente porque o Koelho é isto, e adora isto. Ele é a personificação do espírito de luta e excelência marcial. Para ele todos são sosses com a mania que sabem lutar, e ele só cá está para os fazer ver a verdade. No espaço ninguém ouve o teu grito porque o Koelho está a dormir. Se te metes entre o Koelho e a televisão, tu ficas transparente. Ele é o golpe final de uma luta que não chega a começar. O grito de guerra antes da grande batalha. O big bang que causou a inconsciência do adversário. A concentração imperturbável de uma pedra. Perante ele os cães não abanam o rabo, eles fazem uma vénia com uma lágrima de honra no olho esquerdo. Eu podia estar aqui infinitamente a descrever toda a magnificência deste ser superior que é o Koelho, mas ainda tenho mais 6 sosses para apresentar. Por isso basta saberes que, quando o Koelho sobe ao ringue, a vida é perfeita.



Mandroid

(filme, Mandroid)

“It’s power is in your hands! Man and machine are one…” yap, estas são as fantásticas taglines deste grande filme que mete impressão científica. Mandroid é um robô humanóide que é controlado à distância tipo carro telecomandado. Sim, há um sosse numa espécie de sala de comando a controlá-lo à distância. Isto agora não tem nada a ver, mas ao ver o trailer deste filme, descobri o de outro filme chamado “American Cyborg”, que parece uma mistura de Terminator com Braveheart lol Mas voltando a Mandroid, ele é o típico robô de combate, muito forte e resistente, e com armas de fogo poderosas… mas apesar de tudo isso, ele está no torneio apenas pelo nome estiloso de série B, claro.





Ogami Itto

(filme, Lone Wolf and Cub)

E quando pensas que as coisas não podem piorar, chega o campeão da campeonice absoluta, alguém que te faz questionar… “mas como é que o Koelho consegue derrotar um gajo assim??” A história é simples: Ogami Itto é um samurai super habilidoso e implacável. O seu objectivo é vingar a morte da sua mulher. Só estes 2 factos já o tornam muito perigoso… agora prepara-te para o resto! Este sosse trabalhava para o Shogun como… decapitador profissional. Mas o melhor de tudo é que ele anda sempre, mas sempre com o filho atrás (Daigoro), que só tem 1 ano de idade. Até, e especialmente, quando anda a enfrentar os seus inimigos no seu caminho de vingança. Agora curte como tudo se processa: este é daqueles sosses que sozinho derrota um exército inteiro. Sem exageros, vê o vídeo, não vais acreditar. E ele usa o carro de bebé como arma! Uma espécie de tanque de guerra medieval que é escudo para Daigoro e arma para Ogami, com armas de fogo incorporadas, lâminas, e partes que se desencaixam para formar uma lança (Naginata). É um caso sério de campeonice épica que provavelmente vai marcar este torneio para sempre.





Sumai

(filme, TC2000)

Dizer que é uma personagem do épico TC2000 é suficiente. Mas eu gosto de falar destas coisas! :D Sumai tem uma técnica especial… a energia shi! Ele consegue dar um murro em algo e é o que está por detrás que sente e sofre o golpe. Por exemplo, ele dá um murro numa porta, e é quem está encostado à porta do outro lado que sente o murro. Depois tem uma espécie de treino de bailarina marcial e faz promessas que nunca cumpre. É um sosse mauzão. Nestes torneios a presença do TC2000 é quase tão importante como a do Koelho, por isso apesar de no filme o Sumai pouco dizer e pouco mais fazer, é um adversário de aura campeónica a temer. E depois, é o Bolo Yeung. Ele entrou no Enter the Dragon com o Bruce Lee, e fez de Chong Li no Bloodsport com o Van Damme. Sim, ele mexe os peitorais e aqui isso é um golpe válido.





The Guyver

(filme, The Guyver)

Estou cansado de estar a escrever por isso este sosse vai ter tratamento rápido :) Guyver é uma armadura alien vestida por um ser humano que sabe artes marciais. Esta armadura dá-lhe super-força, super-velocidade, e super-resistência, para além das seguintes armas: ondas de som destruidoras, 2 canhões de partículas, um raio laser na cabeça, 2 espadas de alta frequência, controlador de gravidade, sensor de campo electromagnético (sente a presença de outra pessoa quando não a vê) e finalmente uma esfera de metal na cabeça que impede a armadura de comer o humano que a usa! :D um power ranger meets the alien.





White Power Ranger

(série, Power Rangers)

Estes torneios já tiveram de tudo, mas só recentemente me apercebi de que ainda não tinha havido um Power Ranger aqui!! Como é possível?? Esses motoqueiros de lycra colorida que combatem mutantes e extraterrestres que no fim de cada episódio ficam sempre gigantes, e depois lá vem o Megazord resolver a situação. Dezenas de episódios (ou centenas), são assim, sempre com a mesma estrutura… desde 1993 foram mais de 700 episódios!! E há agora uma temporada nova chamada Power Rangers Samurai. Estas temporadas têm nomes míticos tal como Power Rangers Ninja Storm, Power Rangers Dino Thunder e Power Rangers Jungle Fury! Porque não uma super temporada chamada Power Rangers Texas Walker? :D Enfim… escolhi o Ranger Branco pois era verde e tornou-se no eterno líder do grupo. E branco com dourado fica sempre bem para os posters do torneio :D e o sosse que faz de White Power Ranger parece uma mistura de Lorenzo Lamas com o Karate Kid, e isso é um ponto a favor.





Yuan Lie

(filme, True Legend)

Mais um asiático maluco. Este é mestre de um estranho estilo de kung fu chamado Five Venom Fists, que é um estilo letal baseado no veneno de 5 animais: ele fica com as mãos pretas e os seus golpes simplesmente matam como a dentada de uma cobra ou a picada de um escorpião. As suas vítimas basicamente ficam envenenadas e negras com os seus golpes, e morrem em segundos. O seu treino consiste em colocar as mãos numa cena cheia de bichos venenosos e deixar-se ser mordido e picado. Como se isto não bastasse, Yuan Lie coseu uma armadura ao corpo. Sim, ele coseu-a mesmo. Isto dá-lhe uma enorme resistência aos golpes dos adversários e esquece lá tentar matá-lo com uma espada ou faca. A primeira coisa que eu pensei ao vê-lo em acção foi “Este sosse ficava perfeito como personagem do Mortal Kombat.”





-



Eu sinceramente não sei o que vai sair daqui, mas estou ansioso por descobrir lol há aqui muita gente com potencial e campeonice para dar e vender, e quem sabe, emprestar. Quem chegará à épica final? Tudo depende do sorteio…



Todos os 16 lutadores tiraram um papel à sorte de uma caixa feita em ouro, para o estilo. Os papéis estavam numerados de 1 a 16. Crixus tirou o 1, Chitti Babu tirou o 14, o Koelho tirou o símbolo do infinito, Sumai tirou a letra B, o Digital Man tirou o desenho de uma pila, o Mandroid tirou uma carta do Uno, e o White Ranger tirou a carta do Monopólio “vá para a prisão” (e ele foi, tivemos de o lá ir buscar para o torneio poder prosseguir), e por aí a fora.



-



Crixus vs. Abbot White

(duelo de mulherengos)



Sumai vs. Ogami Itto

(demasiado surreal para conseguir descrever)



Digital Man vs. Ash

(o circo chegou à cidade)



Hashimoto vs. Yuan Lie

(embate de masoquistas)



Mandroid vs. Guyver

(a saga dos electrodomésticos)



Koelho vs. Automan

(perfeito)



Count Dracula vs. Chitti Babu

(o vampiro indiano)



Fung Sheng Wu Chi vs. White Power Ranger

(algo me diz que isto não vai correr bem…)

Sem comentários:

Enviar um comentário