segunda-feira, 7 de novembro de 2011

Bacalhau Spirit FC VII (2007) - A Guerra pelo 3ª Lugar e a Última Grande Final!

BACALHAU SPIRIT

FIGHTING CHAMPIONSHIP 2007



A ÚLTIMA VEZ



Acaba-se hoje um ciclo. É a última vez que o melhor, mais violento e mais ridículo torneio da história da humanidade se dá. Dezenas de participantes... dezenas de combates... dezenas de cenas cómicas... dezenas de surpresas. Tudo acaba hoje com o combate pelo 3º lugar e com a última grande final. Lê com atenção e manda a todos os teus amigos o link http://bacalhau.blog.com... É o fim. Este vai ser mais longo do que o costume... por isso vai buscar um café, senta-te e diverte-te... se adormeceres a meio, quando acordares vais ter o Koelho deitado ao teu lado... o que por várias razões não é lá muito agradável...



Antes de passares aos combates, dá uma vista de olhos a videos de alguns dos melhores, piores, mais estranhos, violentos e ridículos participantes de sempre do Bacalhau Spirit FC:





Estilo de Luta: Street Fighting... TANK ABBOTT!




O Ninja das Caldas... TONI CANELAS!




A Magia do Trapfighting... PAUL VARELANS!




O Ranger do Texas... CHUCK NORRIS!




O Ninja do Rabo de Cavalo... STEVEN SEAGAL!




“I Kick Ass For The Lord!”… FATHER McGRUDER!




The Hardcore Legend... MICK FOLEY!




Os Peidos mais Mortíferos do Mundo… MR. METHANE!




O Homem Menos Analógico do Mundo… DIGITAL MAN!




O Man da Caçadeira e da Moto Serra... ASH!




O Pior Bombeiro de Sempre… FIRE MARSHALL BILL!




O Super Herói Mais Ridículo de Sempre... NIGHTMAN!




Simplesmente a Pior Personagem de Todos os Tempos... DALEK!




O Pior Cantor de Sempre… DAVID HASSELHOFF!




Não É Preciso Dizer Nada... MATTHIAS HUES!








Está na hora do penúltimo combate de sempre do Bacalhau Spirit FC...



A GUERRA PELO 3º LUGAR!





ORC KILLA versus MATTHIAS HUES



Matar Orcs à Cabeçada x Série B Fighting



Pela primeira e última vez num Bacalhau Spirit FC vai haver um combate para decidir quem é o 3º melhor do torneio. Será sem dúvida uma mini-final entre dois poderosos guerreiros que querem sair da arena de cabeça erguida, ou seja, despedirem-se do torneio com uma vitória.



O público salta, grita, canta, assa sardinhas, ressona, medita, esbraceja, tira fotos, bebe leite, come caracóis, salta, grita, vibra, empunha enormes bandeiras, cachecóis, cartazes... é a loucura na arena. Aqueles que pagaram o bilhete certamente passarão uma noite inesquecível. Homens, mulheres, velhotes, crianças, cães, girafas... todos gastaram um dinheiro injusto para comprar o bilhete mas hey... ninguém os obrigou a nada. Lá porque tinham uma caçadeira apontada à cabeça não quer dizer que, bem... em frente.



O primeiro a entrar é o homem de série B... MATTHIAS HUES! Mais uma vez entra ao som da música do TC2000, filme que o imortalizou e lhe valeu o convite para o 1º torneio. Caminha confiante com cara de parvo e cabelo de gay... acompanhado pelos restantes lutadores do TC2000, todos eles ex-participantes do torneio (e agora todos cheios de ligaduras e colares cervicais devido às AMPadas que levaram de AMP Master no combate anterior), Sumai, Jason Storm e Nikki Picasso. A meio caminho do ringue Hues acena para o público e começa a correr como no TC2000, ou seja, à gay, muito direito e com o longo cabelo louro a esvoaçar. Sobe ao ringue, cumprimenta o público que grita o seu nome, pentea-se e começa a fazer o aquecimento.



Matthias Hues é um participante clássico do torneio. É a sua 5ª participação em 7 torneios. Chegou às meias finais por 3 vezes a contar com a da presente edição. É o único lutador que participou com 3 identidades diferentes... Matthias Hues, Bigelow e Digital Man. Conhecido pelo seu estilo “tricky” como no filme TC2000, 1º com sangue e depois sem sangue, Hues conseguiu algumas boas vitórias e algumas derrotas ainda melhores. Neste torneio eliminou os estreantes Zero Man e Jimbras (dois homens do desdomínio) e foi derrotado nas meias finais pelo Mestre do Gore e grande favorito à vitória final (é como se o título já fosse dele mas pronto, tem que se acabar o torneio) AMP Master. Não está muito mal físicamente tirando a poderosa “liberdade de ventre” que sofreu de AMP Master... o seu actual ponto fraco é mesmo a barriga.  



A seguir entra o Terror da Parede... ORC KILLA! O miúdo mais perigoso do mundo... o seu passatempo favorito é aniquilar exércitos de milhões de Orcs, todas as manhãs antes de tomar o pequeno almoço. Orc Killa recebe uma ovação de pé ensurdecedora assim que entra na arena. Foi o campeão da 6ª edição do torneio tendo, a contar com esta, participado 4 vezes. A sua violência, raiva e enorme machado dentro do ringue tornaram-no numa super estrela da competição. Os seu grito de fúria “Mordor! Mordor! Mordor!” ainda ecoa dentro da cabeça dos participantes que ele derrotou dentro do ringue. Orc Killa é o favorito para este combate mas está completamente esgotado e só tem um braço (perdeu o braço esquerdo no combate frente a Sandman). Neste torneio eliminou a poderosa fantasma Kayako e a super estrela Sandman. Um conjunto de factores fez com que perdesse nas meias finais frente ao lutador sensação do torneio, estreante e nova ameaça dentro do ringue, o kickboxer da mossad, Silva Freire.



Orc Killa caminha até ao ringue um pouco cansado, com o machado na mão, e olha à volta para o público a sorrir. Tem algumas ligaduras com sangue mas não parece ter dores. Sobe ao ringue, levanta o braço com o machado e grita para o público rodando em todas as direcções. O ex-campeão está pronto.



O público está louco, quase rouco e ainda nem sequer se chegou à final. Vai ser uma longa noite... ambos os guerreiros se aproximam do centro do ringue e olham-se de cima a baixo... posicionam-se... olham-se olhos nos olhos... nenhum dos 2 quer perder.



A campainha toca... mas era engano. Ambos esperam mais alguns segundos e... a campainha volta a tocar. O combate pelo 3º lugar começa... é o penúltimo combate de sempre!



Hues é quem está mais em forma, e apesar de ter uma ligadura elástica à volta da barriga e uma rolha no cu é quem ataca primeiro. Tenta uma combinação de murros mas acerta todos na cara do esgotado a ferido Orc Killa e por isso, e uma vez que o seu estilo de luta é o Série B Fighting, não têm efeito nenhum, pois esses golpes só resultam quando acertam 1 metro ao lado do adversário. Orc Killa não sente nada mas também não riposta e dá um passo atrás para descansar mais um pouco...



Matthias Hues sente dores na barriga com o esforço e dobra-se todo agarrado à barriga. A sua cara fica vermelha. O público fica um pouco desapontado pois Orc Killa não aproveita para cortar a cabeça a Hues... o Terror da Parede está a recuperar energia. Hues volta a endireitar-se depois de tomar uma aspirina e volta a posicionar-se na direcção de Orc Killa. Este está mais parado que o costume... Hues volta a atacar... desta vez com uma combinação de pontapés que acertam 1 metro ao lado de Orc Killa. Este sente os golpes do seu lado esquerdo e põe-se de joelhos com as dores... tinha de aguentar sem se mover muito pois ainda não tinha a energia necessária para poder fazer frente a Hues. Mais uma vez Hues tem dores na barriga e também fica de joelhos. A sua cara fica azul. Ambos os guerreiros estão com dores, a olhar-se nos olhos e de joelhos. O público começa a mandar fruta para dentro do ringue. Está a ser um mau combate. Uma caixa de aspirinas depois Hues volta a levantar-se... Orc Killa não. Hues sorri e transforma-se em Digital Man. Aponta a sua enorme arma na direcção da cabeça de Orc Killa e dispara... Orc Killa respira fundo e com o machado consegue desviar o tiro de Digital Man. Um segundo depois volta a por-se em pé e lança o enorme machado na direcção de Hues acertando-lhe na enorme arma e fazendo-a explodir. A explosão causa dores na barriga de Hues e este volta a baixar a cabeça agarrado à barriga. O AMP tinha feito estragos graves no homem do TC2000... Orc Killa desta vez não perde tempo e dá uma joelhada na cabeça de Hues fazendo-o cair para trás e ficar deitado no chão a ver cassetes do TC2000 a voar à volta da sua cabeça. O pública começa a gritar... a arena volta à vida. Orc Killa vai para cima de Hues e começa a esmurrá-lo com toda a força na cara. Este mal sente os murros devido à dor na barriga mas sabe que mais uns segundos e fica KO... por isso transforma-se em Bigelow! Os murros de Orc Killa passam assim a ter o efeito oposto: o sangue desaparece da cara de Hues e Orc Killa aleija as mãos. Era o fim do Terror da Parede! Sem energia e sem um braço, e agora sem efeito nos seus golpes, era um alvo fácil...



Hues sorri e empurra Orc Killa para trás com um golpe de pernas. Este dá uns passos atrás mas continua em pé no ringue com cara de preocupado. O público vibra. Hues posiciona as mãos à bailarina e começa a dar golpes com as pernas em Orc Killa... o 3º lugar estava mais próximo do que nunca! Hues acerta várias vezes 1 metro ao lado de Orc Killa e o ex-campeão começa a perder os sentidos... estava quase acabado mas eis que Bigelow ao lhe dar um pontapé escorrega numa casca de banana atirada pelo público e lhe acerta na cara criando o efeito contrário, ou seja, Orc Killa recupera toda a sua energia. Bigelow assusta-se, Orc Killa sorri com um olhar de assassino... Bigelow volta à carga mas dá-lhe outra dor de barriga e acerta com um pontapé nos rins de Orc Killa fazendo-lhe crescer um novo braço esquerdo... oh não... Orc Killa está a 100% outra vez. Bigelow ficou conhecido no 1º torneio por isto: ao sofrer golpes curava as feridas... levava um murro ficava sem sangue na cara (como no TC2000). No último torneio fica assim conhecido por curar os adversários acertando neles com os seus golpes à TC2000... Orc Killa levanta-se, levanta os braços e dá um grito à guerreiro selvagem que deixa o público quase a desmaiar de emoção. Neste momento Hues mija-se todo. Depois Orc Killa corre na direcção de Hues e dá-lhe um murro com tanta força na barriga que este caga os intestinos, o estômago, o fígado, os rins, os pulmões e o coração. Hues cai ao chão mas ainda não está KO... até que Orc Killa salta para cima dele e enquanto grita “Mordor! Mordor! Mordor!”, começa a dar-lhe tantas cabeçadas que o cérebro de Hues decide a certa altura fazer as malas e ir-se embora deixando uma reclamação ao senhorio porque não conseguia dormir com o barulho.



Finalmente Hues apaga-se e fica às escuras. Orc Killa levanta-se cheio do sangue de Hues pelo corpo todo e levanta os braços enquanto grita “Mordor! Mordor! Mordor!”. Orc Killa tinha conseguido alcançar o 3º lugar! Os membros da organização sobem ao ringue para lhe entregarem o rabo de bacalhau de bronze... os adeptos elevam Orc Killa no ar colocando-o sobre os ombros enquanto este grita como um louco... tinha conseguido sair do torneio vitorioso.



Ao longe um homem de capuz negro observa os festejos de Orc Killa... um segundo depois já lá não está.









Está na hora do último combate de sempre...



A ÚLTIMA GRANDE FINAL



SILVA FREIRE versus AMP MASTER

Mossad Secret Kickboxing x Extreme Gore



Antes dos lutadores da grande final entrarem no ringue, passa no écrãm gigante da arena os melhores momentos de todas as finais anteriores...





BSFC I – Koelho vs. AMP Master... vencedor: KOELHO!



BSFC II – Sandman vs. Koelho... vencedor: KOELHO!



BSFC III – Paul Varelans vs. Sandman... vencedor: SANDMAN!



BSFC IV – Koelho vs. AMP Master… EMPATE!



BSFC V – Koelho vs. Toni Canelas... vencedor: KOELHO!



BSFC VI – Toni Canelas vs. Orc Killa… vencedor: ORC KILLA!



BSFC VII – Silva Freire vs. AMP Master... vencedor: ?





O grande favorito é mesmo AMP Master... ele tem tudo para ser pela primeira vez o grande campeão absoluto do Bacalhau Spirit FC. Resta apenas saber como é que Silva Freire vai ser derrotado...



Mas antes do kickboxer da Mossad entrar na arena as luzes apagam-se... e em vez de Silva Freire entram 10 homens aparentemente desconhecidos. Todos eles sobem ao ringue e ficam lá em pé a olhar à volta. Agora toda a gente já conseguia identificá-los e ninguém queria acreditar no que estava a ver...



Edward Scissorhands



Splinter



Jackie Chan



Gandalf



Megatron



Mickey Mouse



Apocalypse



Joker



Fedor Emelianenko



Porteiro da Kapital





O avião deles tinha-se atrasado. Era suposto eles terem participado na fase de qualificação deste torneio mas não conseguiram chegar a tempo. Agora como sinal de protesto estão em cima do ringue e não deixam a final começar. O problema é que não há ninguém para os tirar de cima do ringue... Matthias Hues está todo partido e sem órgãos dentro de si; Orc Killa está cansado; Silva Freire e AMP Master estão prontos apenas para combater entre si, se se meterem nesta situação podem comprometer a sua prestação no combate decisivo e nenhum dos 2 o quer fazer. Mas enquanto aqueles 8 guerreiros estiverem em cima do ringue a final também não começa.



Passam-se alguns minutos e nada acontece. Pelos vistos não vai haver final...



Acaba assim o último torneio de sempre. O público começa a levantar-se desiludido e começa a sair da arena... mas eis que de repente algo acontece...



Surge um 11º homem na arena. Ele tem um capuz negro sobre a cabeça e corre para dentro do ringue. Os outros 10 pensam que ele está do lado deles... mas eis que este misterioso homem levanta o capuz e... É O SANDMAN!! É o Sandman com um capacete de kayak e um comprido remo nas mãos!! O seu horário de trabalho na FNAC do Cascais Shopping já tinha acabado e Sandman ataca os 10 homens sozinho para salvar o último torneio!!



Jackie Chan leva com tanta força com o remo na cabeça que fica a pensar que é a gaja do Memórias de Uma Gueixa e sai da arena a dançar... vestido de gueixa (não me perguntem onde é que ele arranjou o fato).

Megatron transforma-se em pistola gigante e tenta acertar em Sandman mas este desvia o tiro com o remo e depois dá tanta cacetada no líder dos Decepticons que este transforma-se numa bisnaga...

Sandman levanta o remo no ar com uma mão e grita para o público... a loucura regressa à arena! Mickey Mouse tenta pregar-lhe uma partida mas Sandman tira do bolso um queijo e manda-o para fora do ringue. Mickey Mouse fica a olhar para Sandman a suar durante uns segundos até que não aguenta mais e sai da arena a correr para ir comer o queijo... envenenado.

Até que Apocalypse acerta em Sandman com um poderoso raio e este cai no chão a fumegar... Fedor Emelianenko (vale tudo), Splinter (kung fu) e o Porteiro da Kapital (“tem o cartão da casa?”) tiram o capacete e o remo ao desorientado Sandman e começam a espancá-lo violentamente... o público grita de desespero mas não havia ninguém para resolver a situação.



No meio da confusão do espancamento há um homem que decide cometer o erro da sua vida... (entretanto Edward Scissorhands e Gandalf também já estavam a espancar Sandman). Joker, o vilão nº1 de Batman, decide como protesto por não os terem deixado entrar no torneio tirar do bolso uma foto do Bruce Lee, colocá-la no centro do ringue e mijar-lhe em cima...



Um segundo depois surge à entrada do ringue uma silhueta... ninguém repara nele, até ser tarde demais...



Por alguma estranha razão parte do público começa a gritar de contentamento... aos poucos todos começam a reparar em quem estava de pé à entrada da arena...



Todos os protestantes em cima do ringue rodam a cabeça e olham... Joker fica verde... Sandman sorri.



Com umas matracas numa mão e a olhar sério e furioso como nunca para dentro do ringue, Koelho, a Lenda do Bacalhau, cruza o seu olhar com o de Joker e diz: “É melhor estares quieto...”



Um segundo depois começa a correr para dentro do ringue. O pública vibra e solta poderosos gritos de ovação. “KOELHO! KOELHO! KOELHOOO!!”. O grande campeão regressa a casa para salvar o torneio (a namorada estava nas aulas...).



Joker mija-se tanto nas calças nesse momento que morre corroído pelo ácido da sua própria urina...



Koelho sobe ao ringue e dá uma cabeçada tão forte a Apocalypse que este se transforma em Genesis e deixa de ser uma ameaça (fica cor de rosa com uma auréola na cabeça e umas asas minúsculas de anjo).



Edward Scissorhands ataca o Koelho com velocidade suficiente para cortar 3 homens em 1000 bocados cada em 2 segundos... mas o homem do domínio é mais rápido e 1 segundo depois de se desviar dos golpes dá-lhe uma biqueirada tão forte que Edward Scissorhands passa a chamar-se Edward Scissorhandsintheface...



Os restantes guerreiros deixam o quase morto e corajoso Sandman em paz e passam a concentrar-se apenas na Lenda do Bacalhau.



Fedor Emelianenko, o melhor lutador de vale tudo do mundo actualmente, campeão dos pesos pesados e com um recorde de 25 vitórias e 1 derrota, lança-se sobre o Koelho. O que se passa a seguir é tão rápido e violento que os milhares de espectadores da arena apenas podem dizer que o Koelho usou as matracas. No final Fedor Emelianenko cai no chão do ringue inconsciente e passa a ser o pior luatdor de vale nada da terrinha, último classificado dos pesos leves com um record de 1 vitória e 25 derrotas...



Splinter é o próximo a atacar. Mais inteligente, decide ficar a estudar o Koelho. Ambos os lutadores rodam a volta um do outro a dar pequeno saltos. Splinter é um homem-rato mestre de kung fu muito experiente e com um rápido golpe consegue arranhar o Koelho num ombro. A Lenda do Bacalhau diz: “Eu se fosse a ti não voltava a fazer isso...”, e ataca Splinter... com uma ratoeira gigante. Splinter fica empalado e já só sobram dois protestantes... Gandalf e o Porteiro da Kapital.



O velho feiticeiro do Senhor dos Anéis não perde tempo e ataca o Koelho. Com o cajado lança raios e com a espada tenta cortar a Lenda do Bacalhau, mas este defende-se bem com as matracas. Até que Gandalf convoca um exército de milhares de Orcs e começa a sorrir. Apenas entraram 2 Orcs dentro da arena pois assim que soube que eles estavam a chegar, Orc Killa pegou no machado de guerra e foi-se divertir correndo aos gritos atrás do enorme exército. Koelho ataca Gandalf e corta-lhe a barba à chapada (sim, ele consegue fazer isso). Depois manda-lhe alcóol etílico para a cara e Gandalf faz tap out com as dores. Koelho dá-lhe uma biqueirada na cara e Gandalf fica inconsciente no chão do ringue.



Um último adversário mantém-se de pé... O Porteiro da Kapital! A ele juntam-se mais uns 5 gorilas porteiros da Kapital e juntos formam... O Grupo K.



KOELHO versus GRUPO K (eles deviam ter escolhido outra letra...)



Um dos porteiros pergunta a Koelho se tem o cartão da casa e faz as matracas saltarem-lhe disparadas da mão. Koelho tira a t-shirt e começa a dar golpes à Bruce Lee. Resultado: o Grupo K passa a chamar-se Grupo Cáca pois os 6 porteiros além de ficarem todos inconscientes com 2 golpes do Koelho borraram-se todos assim que ele tirou a t-shirt.



O torneio estava salvo. Finalmente podia-se passar à última grande final. O público grita os nomes de Sandman e Koelho e faz um barulho como nunca se ouviu antes no torneio. As 2 super estrelas, ex-campeões e lendas podem não ter chegado à final do último torneio mas salvaram o dia.







Minutos depois do Koelho sair do ringue a carregar Sandman aos ombros, Silva Freire aparece à entrada da arena pronto para a final. Este contratempo tinha permitido aos finalistas descansarem um pouco mais e recuperarem energia o que iria trazer uma final ainda melhor.



Silva Freire entra na arena ao som de uma música dos The Smiths e caminha confiante mas pensativo e concentrado. Nunca tinha participado em nenhum torneio, era apenas um espectador atento. Estreante e lutador sensação, chega à final derrotando Bobby Lashley (campeão da ECW), Mr. Methane (dos peidos mortíferos) e Orc Killa (campeão em título do BSFC). As suas qualidades como kickboxer são notáveis mas o que lhe permitiu estar aqui hoje foram as técnicas secretas da Mossad...



Silva Freire sobe ao ringue, levanta um braço e cumprimenta o público que grita pelo nome do lutador sensação. Freire está em forma e completamente pronto. Mas o impossível espera-o... do outro lado do ringue vai estar o psicopata, mestre do gore, straight edge...



AMP MASTER entra na arena. O público tem mais uma explosão de loucura e grita como nunca a palavra “AMP!”. AMP Master caminha acompanhado e rodeado pelos restantes 4 membros da Irmandade do AMP, todos encapuzados como se fossem carrascos. AMP Master está sorridente e cheio de energia. De vez em quando range os dentes e revira os olhos. Até o AMP parece feliz e vai baloiçando no ar. AMP Master sempre foi um dos favoritos, mas nunca conseguiu ganhar um torneio. Silva Freire não irá enfrentar um homem, irá enfrentar uma força da natureza destruidora motivada... hoje tudo está do lado de AMP Master, nada o pode parar! Não há Koelho... (que já está sentado ao pé do público para assistir à última final e combate de sempre do BSFC).



AMP Master curiosamente esteve no 1º combate de sempre do BSFC, na 1ª edição, a 13 de Maio de 2006, onde derrotou Leatherface. Foi a final desse torneio mas perdeu contra o Koelho. No 2º torneio chegou às meias finais e só não chegou à final pois Sandman teve a ajuda de Koelho... querendo a vingança organiza um Battle Royale (5 Junho de 2006) do qual se torna campeão e assim qualifica-se para a grande super fight frente ao Koelho (7 Junho de 2006) onde volta a perder. Não participa no 3º torneio. Regressa para o 4º torneio de 32 homens, o maior de sempre, onde vai à final frente ao Koelho e consegue um empate. No 5º torneio é eliminado por Toni Canelas na 3ª eliminatória... e é considerado o nº2 do ranking do BSFC no Hall Of Fame de Agosto. No 6º torneio é eliminado nos quartos de final por Sandman, mas entre 18 de Setembro e 1 de Outubro participa no Extreme Challenge do qual sai campeão. Tem neste momento 17 vitórias, 1 empate e 4 derrotas em torneios... neste torneio venceu só estrelas, Paul Varelans, Koelho e Matthias Hues... A sua arma é a mais original de sempre e ninguém é tão gore como ele... AMP Master sobe ao ringue e saúda o público com o AMP.



Silva Freire está com um grave problema pela frente...



Ambos os guerreiros aproximam-se do centro do ringue. Pela última vez na história da humanidade dois homens sobem ao ringue do BSFC e enfrentam-se. A luta pelo último título está prestes a começar. Ambos estão posicionados e olham-se nos olhos estudando-se. Curiosamente Silva Freire sabe mais sobre AMP Master que este sobre ele. A arena está em silêncio... a espectativa é grande... só se ouve a respiração dos dois guerreiros.



E a campainha toca pela última vez...



O público solta um grito ensurdecedor. Uns gritam AMP Master... outros gritam Freire... outros gritam táxi. Nenhum dos 2 ataca, ficam posicionados a estudar-se. Era o combate mais importante de sempre, nenhum dos 2 queria fazer asneira. Freire veste o equipamento tradicional do kickboxing, AMP Master veste uma t-shirt vermelha de manga à cava, calões camuflados verde escuros, fita preta na cabeça, ténis pretos e AMP na mão. O Mestre do Gore é o primeiro a atacar tentando um golpe com o AMP direccionado aos rins do kickboxer, mas Freire consegue defender-se com a perna aplicando um golpe de kickboxing. Freire fica com uma nódoa negra na perna. Os dois voltam a estudar-se... o público vibra. Apesar de ser o favorito AMP Master apenas dá pela cintura de Freire. AMP Master volta a atacar, desta vez tenta acertar na cara de Freire mas este defende-se com uma técnica de kickboxing... mas fica com uma nódoa negra no braço. O kickboxer respira fundo, já tinha dois membros doridos. AMP Master volta a atacar, com mais convicção ainda, e desta vez foi mais rápido que Freire e consegue acertar-lhe na barriga com o AMP. O kickboxer vai ao chão agarrado à barriga cheio de dores. O público grita. Freire estava em apuros... AMP Master começa a sentir a adrenalina a 1000... revira os olhos, range os dentes e baba-se todo... depois começa a correr na direcção do kickboxer para o espancar até à morte com o AMP... mas a meio do caminho ouve uma voz que diz... “Violeta...” e fica baralhado. Freire aproveita-se da distracção do Rei do Gore, levanta-se e acerta-lhe com uma joelhada na cara fazendo-lhe saltar um dente. AMP Master dá uns passos atrás enquanto se baba de sangue. Freire recupera rápido graças ao treino do kickboxing. AMP Master está furioso, tem de ser mais implacável.



Rapidamente retira da bolsa que tem à cintura um fósforo e uma pequena garrafa de gasolina. Deita a gasolina toda para cima do AMP, manda a garrafa fora, acende o fósforo na testa e encosta-o ao AMP. Este fica a arder... era agora a arma que usou para vencer o Battle Royale... o AMP FIRE! Freire não perde tempo e vai buscar uma grade cheia de imperiais vazias e começa a partir as garrafas à cotovelada. Depois põe cola nas ligaduras que tinha à volta das mãos e esfrega-as contra os vidros ficando com os punhos cheios de vidros prontos a cortar tudo. Os dois guerreiros correm um na direcção do outro a gritar e quando se cruzam começam a trocar poderosos golpes. Freire fica cheio de queimaduras e nódoas negras no lado esquerdo da cara, nos braços, no tronco e nas pernas... AMP Master ficam cheio de cortes por toda a cara, no peito, na barriga, fica com o carro todo riscado e com os braços a sangrar. Até que um golpe mais potente de AMP Fire e uma joelhada à kickboxing fazem os dois homens saltar projectados para trás e ficarem deitados no chão do ringue a tentar respirar e recuperar a energia...



Apesar do grande favoritismo de AMP Master o combate estava equilibrado.



AMP Master vai-se para levantar e começa a sentir novamente a adrenalina a 1000... mais do que nunca apetece-lhe triturar Freire. Tinha a cara cheia de cortes a sangrar e a arder e estava cego do olho direito... assim que se levanta para destruir o seu ainda deitado adversário volta a ouvir a estranha voz a dizer “Violeta...”. Mais uma vez o Mestre do Gore fica confuso e Freire, já mágicamente recuperado, aproveita-se para o espancar.  Com um potente pontapé faz o AMP Fire voar e cair fora do ringue... depois com joelhadas, murros e cotoveladas deixa AMP Master quase KO no chão, mas este consegue tirar o corta unhas dourado da bolsa que tem à cintura e começa a espetá-lo na perna esquerda de Freire fazendo este também ir ao chão. Uma vez ambos no chão, adormecem e começam a ver quem ressona mais alto... o público fica louco com a troca de golpes. Freire ganha o concurso do ressonar fazendo com que AMP Master acorde e se atire para cima dele às cabeçadas. Mas Freire não acorda... AMP Master já tinha os ouvidos a sangrar por causa do ressonar de Freire e decide ir buscar um balde de água fria para o acordar. Pega no balde e despeja-o para a cara de Freire. Este acorda, dá com o balde na cara de AMP Master e este vai ao chão zonzo. O público levanta-se e põe-se aos gritos e aos saltos. Era a loucura na arena... qualquer um dos 2 parecia ser capaz de vencer a última final de sempre. O estreante Freire estava a fazer história... tinha chumbado no ano passado e teve de repetir... mas desta vez tinha as cábulas certas. A questão era... até quando ía ele aguentar o ritmo e manter-se ao nível de AMP Master.



AMP Master abre os olhos, mas antes de se poder levantar Freire ataca-o com uma técnica especial da Mossad, e quando dá por si AMP Master olha à sua volta e encontra-se sentado na... CANTINA DA FBAUL! Oh não, o Rei do Gore estava tramado! Ainda por cima o único prato que havia era de carne, e sendo AMP Master um straight edge isto seria um golpe fatal... Freire obriga-o a comer uns quantos quilos de carne, mas a resistência do mestre do gore deixa todos espantados pois não fica KO... até que Freire aplica outra técnica secreta da Mossad e desta vez AMP Master vai parar... ao BAIRRO ALTO!! Ainda pior! Desta é que ele está mesmo tramado! É de noite e AMP Master tem uma fila enorme de imperiais para beber... mais uma enorme tortura sendo ele um straight edge. Freire obriga-o a beber dezenas de imperiais numa hora, mas AMP Master ainda não fica KO. O público vibra... mas teme o pior. AMP Master está mais morto que vivo por esta altura e Freire cada vez mais confiante e determinado. O fim está próximo. Mais uma técnica secreta da Mossad e AMP Master vai parar a um terrível... BAR DE KARAOKE!! Era o fim... um local minúsculo, cheio de pessoas estranhas cheias de imperial no cérebro, a cantar Tony Carreira versão Zé Cabra. AMP Master não ía conseguir sobreviver a isto. Freire obriga-o a ouvir vozes desgraçadas a cantar músicas que deviam ser consideradas poluição sonora durante 3 horas... AMP Master estava quase a ficar inconsciente. Finalmente o golpe final... obrigar AMP Master a cantar uma música... do Clemente! Era o fim do mestre do gore. AMP Master sobre de gatas para cima do palco improvisado (grade de imperiais de pernas para o ar). O man do karaoke dá-lhe o microfone do costume fazendo o sorriso parvo do costume. Todo o bar se cala... as letras começam a surgir no écran de fundo azul (pelo menos o fundo não era uma paisagem manhosa tipo gaivotas a voar às voltas, um deserto ou o pôr-do-sol numa praia). Mas o man do karaoke tinha-se enganado... e em vez de pôr a música do Clemente pôs... o Eye of the Tiger. Assim que a música começa AMP Master modifica-se. Fica cheio de energia e raiva. Ao som da música, e com o braço esticado e a mão aberta, começa a fazer as cabeças das pessoas que estavam sentadas e em pé no bar explodir, ficando as paredes todas sujas de sangue, bocados de cérebro e imperial. AMP Master vira-se para Freire. O rei do gore tinha os olhos revirados, estava a ranger os dentes e babava-se de prazer. O mestre do gore faz explodir os pêlos do nariz de Freire e este vai ao chão.



Ambos voltam ao ringue. Freire estava deitado no chão agarrado ao nariz cheio de dores. AMP Master estava em pé de braço esticado com uma expressão super psicopata na cara e babava-se de gozo. Nisto faz o joelho esquerdo de Freire explodir. O kickboxer solta um grito agonizante. O público está louco com a reviravolta do combate. Até que AMP Master tira da sua bolsa... um SUPER AMP! Maior que o anterior e com electricidade à volta. Raios azuis rodeavam o Super AMP como se fossem faíscas. AMP Master posiciona-se para dar o golpe final... Freire estava indefeso... o público sente que será o fim... a adrenalina de AMP Master está a 1000... ele vai dar o golpe final mas antes de o desferir volta a ouvir a estranha voz dizer “Violeta...”. Nisto olha à sua volta e vê tudo côr de violeta. Segundos depois surge à sua frente... ele próprio, mas todo vestido côr de violeta e com uns tiques duvidosos. A figura diz-lhe “Violeta... eu sou Violeta, o teu verdadeiro eu. AMP Master, baixa esse teu vibrador preto gigante, agora não me apetece... e vamos até um cemitério desenterrar uns corpos para nos divertirmos com eles...”. AMP Master está confuso e furioso. Mas quem é que era este gajo? Ele estava quase a vencer a final e não podia perder tempo, por isso dá um golpe com o Super AMP no bizarro Violeta, mas a sua nova arma não consegue tocar nele, era como se Violeta fosse feito de ar. “És tão palerma, AMP Master... tu não me podes tocar. Eu estou dentro da tua cabeça... nao percas tempo com esses AMPdisparates e segue-me. Temos muito que fazer...”. Violeta não devia ter dito aquilo... AMP Master começa a bater na sua própria cabeça com o Super AMP. O sangue espirra em todas as direcções... até que Violeta começa a sangrar também e a ficar com os ossos todos partidos e diz “Não idiota, pára com isso! Vais-nos destruir aos dois!!”. Mas AMP Master não pára, e sem segundos Violeta é apenas um monte disforme de carne e ossos de côr violeta.



No preciso momento em que Violeta morre, AMP Master cai completamente KO no chão do ringue. Tinha-se auto-knockoutado. A sua esquizofrenia tinha-o derrotado... Freire apercebe-se disto e apesar das enormes dores que sentia, ainda consegue aplicar, deitado no chão do ringue, uma última técnica secreta da Mossad fazendo surgir no centro do ringue um enorme e negro fosso, infinito de profundidade. Arrasta-se o mais rápido que consegue até chegar perto do corpo de AMP Master e empurra-o para o grande abismo negro. AMP Master fica assim a cair juntamente com o seu Super AMP pelo fosso abaixo para toda a eternidade. O Mestre do Gore perder assim o último combate de sempre do torneio, a última grande final e nunca o vencerá. Silva Freire é assim o último grande vencedor do melhor, mais violento e ridículo torneio de todos os tempos. Estreante e lutador sensação, deixa o público louco e este invade o ringue carregando-o aos ombros. A organização do torneio entrega-lhe o rabo de bacalhau dourado, o símbolo e prova de como venceu o último torneio de sempre. Todos aplaudem o novo e último campeão. Ele acena como pode ao público que o cerca e cumprimenta.



Koelho levanta-se da bancada e dirige-se para a saída da arena. Ao chegar lá, vira-se ligeiramente para o ringue e olha para Freire. Este sente o olhar de Koelho e olha para ele... segundos depois dos dois se olharem nos olhos sem se mexerem o Koelho diz: “Take it easy boy, I’m the champion...”. Freire percebe as palavras da Lenda do Bacalhau mas não tem tempo para nada. Koelho vira as costas e sai da arena. A porta fecha-se.





THE END

Sem comentários:

Enviar um comentário